Crédito malparado em Angola no final de 2016 representa 17,6% do crédito total

O crédito vencido a mais de 90 dias no sistema bancário angolano ascendia a 639 071 milhões de kwanzas (3833 milhões de dólares) no final de 2016, montante equivalente a 17,6% do crédito total concedido pelo sistema à economia do país, anunciou quarta-feira em Luanda o governador do banco central.

Valter Filipe, governador do Banco Nacional de Angola (BNA), disse na cerimónia de abertura da conferência sobre Regulação e Supervisão Bancária em Angola, que decorreu em Luanda, que o crédito total à economia cifrava-se naquele data em 3,619 biliões de kwanzas (21,7 mil milhões de dólares), com os negócios dos 29 bancos a operar no país a terem atingido 10,1 biliões de kwanzas (60,5 mil milhões de dólares).

Um ano antes o crédito malparado havia-se situado em 355,6 mil milhões de kwanzas (2132 milhões de dólares), de acordo com um relatório da consultora Deloitte apresentado em Novembro de 2016, em Luanda.

O governador salientou haver 29 instituições bancárias em actividade, das 30 autorizadas, que a taxa de utilização de serviços bancários situava-se em 59% no final de 2016 e que o sistema bancário contava com seis milhões de clientes.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Macauhub
06/07/2017

 

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.