Mais de 1.000 cidadãos estrangeiros expulsos de Angola na última semana

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) de Angola expulsou 1.044 cidadãos estrangeiros na última semana, por “decisão judicial e administrativa”, e deteve 365 cidadãos por “permanência e auxílio à imigração ilegal”, foi hoje anunciado.

A informação foi avançada hoje pelo oficial de comunicação do SME, Orlando Muhongo, adiantando que, durante o período em análise, foram também notificados e “convidados a abandonar” o país 39 cidadãos estrangeiros por “permanência ilegal”.

Fazendo o balanço das atividades desenvolvidas pelo SME no decurso da última semana, o oficial de informação disse igualmente que foram “recusados” a entrar no país, e “consequentemente reembarcados”, 472 cidadãos de diversas nacionalidades “por falta de documentos de viagem”.

Foram impedidos de sair de Angola 23 cidadãos nacionais, nomeadamente 17 por falta de meios de subsistência, um por pender sob si uma interdição de saída por crimes cometidos e outro por uso de passaporte adquirido de forma fraudulenta, entre outras razões.

No domínio do movimento migratório, o SME registou a entrada de 26.756 passageiros de diversas nacionalidades, destes 13.548 nacionais e os restantes estrangeiros, e a saída de 29.269 passageiros, dos quais 14.886 nacionais.

Nesse período, o Serviço de Migração e Estrangeiros de Angola aplicou ainda 68 multas a cidadãos de diversas nacionalidades e sete a várias empresas.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Lusa
12/11/2018

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.