Ajuda financeira do FMI abaixo dos 4,5 mil milhões USD

O Conselho de administração do Fundo Monetário Internacional (FMI) deverá aprovar esta sexta-feira o pedido de ajuda financeira de Angola, a qual deverá ficar abaixo dos 4,5 mil milhões USD avançados pelo Governo, apurou o Expansão.

Responsáveis em Luanda e Washington estão em black out, recusando-se a fazer qualquer comentário sobre o Programa de Financiamento Alargado (PFA) ou Extended Fund Facility (EFF), em inglês, solicitado por Angola na segunda quinzena de Agosto.

“Posso confirmar que o board vai analisar amanhã [hoje] o pedido de Angola, mas não posso especular sobre qual a decisão que sairá da reunião”, foi o máximo que o Expansão conseguiu “arrancar” de uma fonte próxima do processo de negociação.

Na realidade a fonte limitou-se a confirmar uma publicação da semana passada no site do FMI, onde se informava sobre a agenda da reunião de 7 de Dezembro onde consta o pedido de Angola. No âmbito da sua política de transparência o FMI publica o calendário de reuniões do conselho de administração para os sete dias seguintes.

Apesar da cortina de silêncio, ao longo das últimas semanas fontes próximas das negociações estavam optimistas relativamente à aprovação do programa antes da visita de Christine Lagarde a Angola, prevista para 20 a 22 de Dezembro.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Expansao
07/12/2018

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.