Mês: Janeiro 2019

INACON repudia alteração de preços da ZAP

O Instituto Angolano das Comunicações (Inacom) declarou quarta-feira, que o aumento dos preços de quatro pacotes da distribuidora de canais de televisão por satélite (ZAP), a materializar a partir de 26 de Fevereiro, “constituiu violação à Lei”.

A empresa anunciou, de forma unilateral, que fará a alteração dos preços dos pacotes Mini, Max, Plus e Premium, a 26 de Fevereiro, decisão que o INACON repudia, por, alega, “não ser da sua competência a fixação de preços deste tipo de serviços”.
Continue reading “INACON repudia alteração de preços da ZAP”

Entrepostos de madeira em Angola começam a gerar receita

As empresas angolanas de exploração de recursos florestais exportaram em apenas três meses através do Entreposto de Madeira de Luanda produtos avaliados em 19 milhões de dólares, informou o ministro de Estado do Desenvolvimento Económico e Social.

O ministro Manuel Nunes Júnior, no final de uma visita àquele entreposto situado no município de Icolo e Bengo, disse que antes da sua existência “nada entrava nos cofres do Estado em resultado da exportação de madeira.”
Continue reading “Entrepostos de madeira em Angola começam a gerar receita”

Consórcio de Angola inicia exploração de depósitos de ouro na província do Bengo

Um projecto de exploração de depósitos de ouro no município de Nambuangongo, província do Bengo, deverá entrar em actividade em Agosto próximo estando prevista uma produção anual, numa primeira fase, de 450 quilogramas, informou o administrador delegado da Empresa Nacional de Ferro de Angola (Ferrangol).

João Paulino Júlio Chimuco, ao apresentar o projecto ao ministro dos Recursos Minerais e Petróleo, Diamantino Azevedo, que efectuou uma visita àquela província, disse que numa primeira fase irão ser processadas 90 mil toneladas de minério, tendo sido anteriormente determinado através da recolha e análise de amostras que aqueles depósitos contêm um teor médio de cinco gramas de ouro por tonelada.
Continue reading “Consórcio de Angola inicia exploração de depósitos de ouro na província do Bengo”

Informação Financeira Semanal – Taxas de Juro, Inflação, LUIBOR, BTs e OTs (31/01/2019)

1 – Taxas de Inflação

Dados referentes ao mês de Dezembro de 2018
(última anunciada pelo BNA até o dia de hoje)

Inflação Mensal: 1,41%

Inflação Acumulada: 18,60%

Inflação Homóloga: 18,60%

Continue reading “Informação Financeira Semanal – Taxas de Juro, Inflação, LUIBOR, BTs e OTs (31/01/2019)”

31.01.2019 – Cotações do dia ( BNA, Banca Comercial, Mercado Informal – Kinguilas – e Private Deals )

1 – BNA
Taxas oficiais do Banco Nacional de Angola
USD 311,38 (Compra 309,81 Venda 312,94) – Variação 0,00%
EUR 355,95 (Compra 354,20 Venda 357,69) – Variação (-) 0,11%

2 – BANCA COMERCIAL
(Referência: Banco BIC)
Taxas dos Bancos Comerciais em Angola
2.1 – Divisas
USD 313,34 (Compra 307,48 Venda 319,20) – Variação 0,00%
EUR 358,20 (Compra 351,55 Venda 364,84) – Variação (-) 0,11%
2.2 –
Venda de Notas
USD 319,20 – Variação 0,00%
EUR 364,84 – Variação (-) 0,10%

3 – KINGUILAS – Compra e Venda de Notas
Taxa média aplicada pelo Mercado de Rua em Angola
USD 420,00 – Variação 0,00%
EUR 475,00 – Variação 0,00%

4 – PRIVATE DEALS – Compra e Venda de Divisas Bancárias
Taxas médias aplicadas através de negociação entre particulares
USD 440,00 – Variação 0,00%
EUR 480,00 – Variação 0,00%

Cerca de 40 empresas em leilão diamantífero de sete “pedras especiais” angolanas

A empresa estatal diamantífera de Angola está a realizar um leilão de sete “pedras especiais”, uma das quais um diamante com quase 115 quilates, com cerca de 40 empresas, incluindo cinco angolanas, habilitadas a licitar.

A Empresa Nacional de Comercialização de Diamantes de Angola (Sodiam), do grupo da Endiama (Empresa Nacional de Diamantes de Angola) fez saber que o leilão, num novo modelo de venda de diamantes definido pelo Governo, será feito através de um plataforma eletrónica ‘online’ e contará com licitações fechadas, pelo que os concorrentes não saberão das ofertas uns dos outros.
Continue reading “Cerca de 40 empresas em leilão diamantífero de sete “pedras especiais” angolanas”

Qualidade dos activos da banca começa a ser avaliada em Abril

A qualidade dos activos dos bancos comerciais a operar em Angola começa a ser avaliada pelo Banco Nacional de Angola (BNA) a partir de Abril deste ano, para aferir a saúde financeira das instituições bancárias, anunciou na terça-feira, o governador do banco central.
Continue reading “Qualidade dos activos da banca começa a ser avaliada em Abril”

Novo Código Penal proíbe pagamentos em “dinheiro vivo” a partir de 10 mil USD

Angola prepara-se para substituir finalmente o Código Penal cuja base ainda é a versão colonial de 1886. Especialistas em Direito dizem que o novo Código pretende reforçar o combate ao branqueamento de capitais e actos que atentem contra a economia. De fora ficou a criminalização da fraude fiscal.

O novo Código Penal irá limitar pagamentos em “dinheiro vivo” em montantes iguais ou superiores a dez mil dólares norte-americanos, revela o diploma aprovado na quarta-feira, com 155 votos a favor, um contra e sete abstenções.
Continue reading “Novo Código Penal proíbe pagamentos em “dinheiro vivo” a partir de 10 mil USD”

Angola e França criam clube de empresários para cooperação

As relações bilaterais entre Luanda e Paris conheceram um novo impulso com o lançamento do CLube de empresários Angola/França.

A Associação de direito angolano, foi criada em setembro de 2018, sob o impulso dos embaixadores de Angola, em Paris e de França, em Luanda, para dinamizar as relações económicas entre os dois países, cujos negócios atingiram o ano pasado a cifra de mais de mil milhões de euros.
Continue reading “Angola e França criam clube de empresários para cooperação”

Governo angolano quer confiscar empresas criadas com fundos públicos

Biocom, Grandes Moagens, CFI, Média Nova, Barragens das Mabubas e Lomaum estão entre as empresas que poderão ir parar às mãos do Estado.

Presidente João Lourenço mandou fazer um profundo diagnóstico ao vasto e misterioso conglomerado de ativos que foram suportados por garantias do Estado dentro e fora de Angola, tendo determinado a constituição de um grupo de trabalho para o efeito.
Continue reading “Governo angolano quer confiscar empresas criadas com fundos públicos”