ATLANTICO com linha de crédito de 30 milhões de euros do COMMERZBANK

O Banco Millennium Atlântico (ATLANTICO) e o Commerzbank, da Alemanha, assinaram em Luanda uma Linha de Financiamento de 30 Milhões de Euros. Esta Linha, que permitirá ao ATLANTICO reforçar a sua capacidade de financiar Projectos que impulsionem o desenvolvimento da Economia, contará igualmente com garantias de agências de crédito à exportação (“ECAs”), como a Euler Hermes da Alemanha.

Esta Linha, assinada pelo Presidente da Comissão Executiva (PCE) do ATLANTICO, Daniel Santos, e pelo seu Administrador Financeiro, Éder Sousa, na presença do Vice-Presidente do Commerzbank, responsável da área de financiamento à exportação (export finance), Thomas Rybick, e do responsável do Commerzbank em Angola, Martin Hércules, tem como principal objectivo “alavancar o suporte do ATLANTICO aos projectos de investimento dos seus clientes que têm como desígnio da sua actividade contribuir para a diversificação da economia angolana”, sublinhou o PCE do ATLANTICO.

Daniel Santos esclareceu ainda os critérios por que se vai reger a concessão de crédito aos projectos que venham a ser candidatos a esta linha de crédito: “A concessão de crédito será feita em kwanzas ou indexada à moeda estrangeira a projectos, com um montante mínimo a ser disponibilizado não inferior a 5.000.000,00 Euros, abrangendo preferencialmente o sector produtivo”.

Recorde-se, entretanto, que o Commerzbank oferece um portfólio de serviços financeiros alinhado com as necessidades dos clientes que serve (privados, pequenas empresas e corporates). No total atende mais de 11 milhões de clientes provenientes de pequenas e médias empresas, além de mais de 60.000 clientes corporativos, multinacionais, provedores de serviços financeiros e clientes institucionais. É o banco que financia 30% das exportações da Alemanha e é líder no financiamento a clientes corporate no mercado alemão.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
AngoNotícias/Atalntico
06/02/2019

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.