Parcela de 45% da Angola Telecom a privatizar vale 500 milhões de dólares

A parcela de 45% do capital social da Angola Telecom que o governo pretende privatizar foi avaliada em 500 milhões de dólares, disse o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

José Carvalho da Rocha, que prestava declarações na semana passada, à margem da inauguração do novo Centro de Dados da Angola Cables em Fortaleza, estado do Ceará, Brasil, disse que aquele valor resulta da avaliação aos activos da empresa que foi concluída recentemente.

O montante – que na prática avalia a empresa pública em 1,1 mil milhões de dólares – tem em conta o património imobiliário, bem como os restantes activos, incluindo infra-estruturas de telecomunicações e participações em empresas, banca incluída, segundo o jornal angolano Mercado.

O ministro, que reiterou que o processo de privatização da Angola Telecom deverá ser lançado ainda no decurso deste ano por concurso público internacional, precisou que o valor final deverá ser, contudo, alvo de negociação com o comprador, tendo em conta não apenas a situação da empresa, que apresenta prejuízos, mas sobretudo os encargos que terão de ser suportados com vista à sua modernização.

A privatização de 45% do capital social da operadora pública de telecomunicações está prevista desde finais de Novembro de 2017, altura em que o Ministério publicou um edital no Jornal de Angola dando conta da intenção.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Macauhub
29/04/2019

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.