EUA: Maiores bancos alertam para risco crescente de recessão mundial

Os maiores bancos norte-americanos alertaram hoje para os crescentes riscos de recessão na economia global devido à escalada da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

De acordo com o Morgan Stanley, citado pela agência financeira Bloomberg, uma recessão económica global poderia ter início dentro de nove meses caso o presidente norte-americano, Donald Trump, aumentasse em 25% as tarifas alfandegárias sobre mais exportações chinesas avaliadas em 300 mil milhões de dólares e se a China decidisse retaliar.

O banco JPMorgan Chase, por sua vez, considerou que a probabilidade de haver uma recessão nos Estados Unidos no segundo semestre deste ano passou de 25% em maio, para os atuais 40%.

O economista-chefe do Morgan Stanley, Chetan Ahya, afirmou num relatório que, em conversas mantidas com investidores, estes realçaram “o reforço da sensação de que os mercados estão subestimar o impacto das tensões comerciais” entre os dois gigantes mundiais.

“No geral, os investidores acreditam que a disputa comercial pode arrastar-se por mais tempo”, refere-se no relatório, que lembra ainda que os mercados “parecem estar ignorar o possível impacto sobre a perspectiva macro global.”

Estes alertas, segundo a Bloomberg, podem fornecer o mote aos mercados financeiros e influenciar a reuniões ministeriais do G-20 que se realizam no final da semana no Japão.

Publicação da autoria de Fonte Externa:

Mercado

03/06/2019

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.