“Gap” entre taxas do BNA e das ruas dispara desde início do ano

Em Dezembro de 2017 cada dólar valia 166 Kz no mercado oficial, ao passo que no informal era vendido a 420 Kz, uma diferença de 254 Kz. Actualmente, a diferença é de 123 Kz, com o câmbio oficial nos 338,4 Kz por USD e o informal nos 470. “Gap” é de 38,9%, longe da meta de 20% do Governo para o final de 2018.

O Kwanza continua a “bater mínimos” históricos face ao dólar depois de no leilão de divisas realizado esta quinta-feira a taxa média ponderada da venda de divisas ter atingido os 338,4 Kz por USD. Por um lado o kwanza tem desvalorizado e por outro o dólar nas ruas de Luanda continua a subir desde Janeiro.

Desde o início da nova política cambial, nas primeiras semanas de Janeiro de 2018, quando cada USD “valia” 165,9 Kz, o kwanza já depreciou 51% face à moeda norte-americana. Já o valor do dólar nas ruas de Luanda, ou seja, no mercado informal, aumentou 11% desde o início de Janeiro de 2018.

Esta quinta-feira, cada dólar nos mercados informais “valia” 470 Kz. Contas feitas, como no mercado formal o dólar estava a 338,4, o “gap” entre o mercado paralelo e a venda no BNA era de 38,9%, uma redução substancial face ao diferencial que existia há um ano e meio, quando foi instituída a nova política cambial, quando esse “gap” era de 186%, mas ainda assim distante dos 20% que são o objectivo do Governo para o final do ano passado. Face ao início deste ano, o “gap” em Junho já aumentou 10 pontos percentuais, apesar de ter reduzido face ao mês de Maio.

(Leia o artigo na integra na edição 527 do Expansão, de sexta-feira 7 de Junho de 2019, em papel ou versão digital com pagamento em Kwanzas…)

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Expansão
10/06/2019

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.