Consultora FocusEconomics revê em baixa crescimento de Angola para 0,2% este ano

A consultora FocusEconomics reviu em baixa a previsão de crescimento de Angola para 02%, cortando 0,1 pontos percentuais à estimativa anterior, e prevendo uma expansão económica de 1,5% do PIB no próximo ano.

“A economia de Angola saiu da recessão no último trimestre de 2018, num contexto de reformas económicas e de apoio financeiro por parte do Fundo Monetário Internacional”, escrevem os analistas no relatório de julho sobre as economias africanas.

No documento, enviado aos clientes e a que a Lusa teve acesso, a FocusEconomics ressalva que “no início de 2019 uma deterioração adicional na indústria petrolífera parece ter abrandado o crescimento” e acrescenta que “a produção de petróleo cambaleou até maio e as exportações provavelmente perderam o ímpeto na segunda metade do segundo trimestre com a descida dos preços”.

Fora da indústria petrolífera, “os dados parecem mais animadores”, vincam os economistas, salientando a moderação na inflação, a descida das taxas de juro e a estabilidade política, que enquadraram os indicadores positivos do consumo privado e da atividade no investimento entre janeiro e maio.

“A crónica dependência do setor petrolífero vai continuar a limitar o crescimento geral este ano, num contexto de preços globais do crude voláteis e de fraca produção interna”, notam os economistas, salientando, ainda assim, que “a procura interna deve sustentar uma modesta recuperação, já que a inflação mais baixa e apolítica monetária menos restritiva propiciam a despesa privada e as reformas económicas levam a mais investimentos”.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Lusa
08/07/2019

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.