Presidente de Angola exonera três ministros e coloca Manuel Neto da Costa na Economia

O Presidente de Angola exonerou os ministros da Economia, Agricultura e Interior e trocou os governadores de Cabinda e Kuando Kubango, colocando Manuel Neto da Costa na Economia, Eugénio César Laborinho no Interior e António Francisco de Assis na Agricultura.

De acordo com uma nota oficial da Presidência da República de Angola, foram exonerados Ângelo de Barros da Veiga Tavares, do cargo de Ministro do Interior; Marcos Alexandre Nhunga, do cargo de Ministro da Agricultura, e Pedro Luís da Fonseca, do cargo de Ministro da Economia e Planeamento, que serão substituídos por Eugénio César Laborinho, que passa a ministro do Interior; António Francisco de Assis assume o topo do Ministério da Agricultura e Florestas e Manuel Neto da Costa fica ministro da Economia e Planeamento.

Na nota, anuncia-se ainda que foram demitidos o governador da província de Cabinda, Eugénio César Laborinho, e Pedro Mutinde, governador de Kuando Kubango, entrando como substitutos Marcos Alexandre Nhunga em Cabinda e Júlio Marcelino Vieira Bessa em Kuando Kubango.

O secretário de Estado para o Planeamento, Manuel Neto da Costa, será substituído por Samahina de Sousa da Silva Saúde, enquanto Alcino dos Prazeres Isata Francisco da Conceição foi exonerado do cargo de Secretário para os Assuntos Económicos do Presidente da República, sendo substituído por Lopes Paulo, acrescenta-se ainda na nota divulgada hoje em Luanda, que dá ainda conta da nomeação de Jorge Francisco Silveira para o cargo de Director-Adjunto do Cerimonial do Presidente da República.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Lusa
24/07/2019

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.