Autor: Eliana Mendes - Author

Presidente vai gastar mais 16 milhões USD até final do ano

O Presidente da República pretende gastar mais 16 milhões USD em deslocações até ao final do ano, um aumento de 32% face ao valor previsto no Orçamento Geral do Estado revisto deste ano.

O adicional de 5,9 mil milhões Kz servirá para suportar a agenda nacional e internacional de João Lourenço. Este acréscimo significa que a Secretaria Geral do Presidente da República deverá gastar no total 24,4 mil milhões Kz em vez da verba inicialmente cabimentada de 18,4 mil milhões Kz.

Continue reading “Presidente vai gastar mais 16 milhões USD até final do ano”

Fitch corta previsão do setor da construção em Angola de 6,7% para 0,9% até 2023

A consultora Fitch Solutions cortou a previsão de crescimento do setor da construção em Angola de 6,7% para 0,9% nos próximos quatro anos, uma revisão significativa devido à descida do preço do petróleo.

“Revimos a nossa previsão de crescimento para a indústria da construção no seguimento das novas previsões para a evolução do preço do petróleo, que estimamos deverá rondar os 60 dólares a médio prazo, bem abaixo dos níveis anteriores a 2014”, escrevem os analistas desta consultora detida pelos mesmos donos da agência de notação financeira Fitch Ratings.

Continue reading “Fitch corta previsão do setor da construção em Angola de 6,7% para 0,9% até 2023”

Novas fábricas listadas para as privatizações

De acordo com uma fonte do Jornal de Angola, entre as unidades a privatizar conta-se a Betonar-Zub (de estruturas de betão), Indupla (plásticos), Indupame (montagem de pavilhões metálicos), Indutubo (fábrica de tubos), Infer (ferragem) e Matelectric (materiais eléctricos).

Um lote de 23 unidades industriais da Zona Económica Especial Luanda-Bengo (ZEE) foi seleccionado pelo Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) para ser alienado na segunda fase do processo de privatizações de empreendimentos em curso naquele pólo de produção, soube o Jornal de Angola de fonte ligada à instituição.

De acordo com a fonte, entre as unidades a privatizar conta-se a Betonar-Zub (de estruturas de betão), Indupla (plásticos), Indupame (montagem de pavilhões metálicos), Indutubo (fábrica de tubos), Infer (ferragem) e Matelectric (materiais eléctricos).

Continue reading “Novas fábricas listadas para as privatizações”

Salários, juros e dívidas levam mais de 70% do dinheiro do OGE

As despesas com pessoal, incluindo salários de civis e militares, o pagamento de juros e os gastos em bens e serviços levam mais de 40% da despesa pública total, neste ano, segundo o Orçamento Geral do Estado 2019 Revisto (OGE 2019 Revisto). Se a estas rubricas juntarmos a despesa em amortização de dívida (quase 36% da despesa total), verificamos que pouco sobra para que o Estado aposte em estímulos à economia e investimento.

Vamos por partes. Classificando a despesa por OGE2019 Revisto por natureza (ver tabelas nesta pagina), há três tipos: despesa corrente (49,28% do total), despesa de capital (50,19%)e reservas (0,53%). Os salários estão incluídos na despesa corrente. Contas feitas, o Estado gasta em salários 16,32% do total da despesas, mas esta rubrica tem um peso de cerca de um terço da despesa corrente.

Continue reading “Salários, juros e dívidas levam mais de 70% do dinheiro do OGE”

Preços em Angola registam maior aumento desde setembro de 2018

Os preços em Angola aumentaram 1,52% entre junho e julho de 2019, o valor mais alto desde setembro de 2018, segundo um relatório mensal do Instituto Nacional de Estatística (INE) angolano hoje divulgado.

De acordo com a Folha de Informação Rápida do Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN), a inflação mensal aumentou face aos 1,08% registados entre maio e junho deste ano, com o valor acumulado a 12 meses a atingir uma taxa de 17,24%.

Continue reading “Preços em Angola registam maior aumento desde setembro de 2018”