Categoria: Divida Pública

Economista Alves da Rocha critica acordo entre Angola e o FMI

Ao ministrar uma aula magna sobre “Desafios da sustentabilidade financeira do Estado e das autarquias”, na Faculdade de Economia do Huambo (região centro de Angola), justificou que os benefícios resultantes de tal acordo, na ordem dos 2, 7 mil milhões de dólares, são bastantes insuficientes para cobrir as necessidades de financiamento para a economia do país.
Continue reading “Economista Alves da Rocha critica acordo entre Angola e o FMI”

Alves da Rocha: “É preciso saber para onde vai o dinheiro da dívida”

Economistas querem debate alargado sobre dívida pública. Angola contraiu mais 18 mil milhões USD de dívida externa desde 2018.

Angola contraiu nova dívida externa no valor de, pelo menos, 18 mil milhões USD, entre 2018 e os primeiros dois meses de 2019, alertou nesta quarta-feira o economista e professor universitário Manuel Alves da Rocha.

Continue reading “Alves da Rocha: “É preciso saber para onde vai o dinheiro da dívida””

Delegação angolana recebida em Washington

A delegação angolana que participa nas Reuniões de Primavera do Banco Mundial e do FMI, que decorrem até domingo em Washington DC (EUA), cumpre uma agenda institucional que prevê encontros com líderes das duas instituições financeiras multilaterais.

A delegação, chefiada pelo ministro das Finanças, Archer Mangueira, é integrada pelos titulares da Economia e Planeamento e pelo governador do BNA, Pedro Luís da Fonseca e José de Lima Massano, que se encontram desde o princípio da semana na capital norte-americana, além de técnicos dos três organismos públicos.

Continue reading “Delegação angolana recebida em Washington”

Contactos na Suíça valeram a Jean-Claude Bastos saída da prisão

Quem o diz é Thomas Kesselring, um investigador suíço que denuncia ainda a contratação de empresas ligadas a Bastos de Morais, “nas últimas semanas de José Eduardo dos Santos” no poder.

O empresário suíço-angolano Jean-Claude Bastos de Morais, figura central no escândalo de desvios envolvendo o Fundo Soberano de Angola, criou ao longo de vários anos fortes conexões entre a Suíça e Angola. Ligações que, segundo o investigador suíço Thomas Kesselring, autor de um dossiê sobre os Paradise Papers, tiveram um papel-chave na sua libertação, no final de março, em Angola.
Continue reading “Contactos na Suíça valeram a Jean-Claude Bastos saída da prisão”

Angola deve 6,4 mil milhões USD ao FMI e Banco Mundial

O Estado deverá amortizar dívidas junto de credores internacionais, como o Banco Mundial (BM) e o Fundo Monetário Internacional (FMI), num total de 6,4 mil milhões USD a 40 anos, isto é, até 2059. Estes números têm em conta as negociações em curso entre o Governo e a instituição de Bretton Woods, de dois novos empréstimos cujo montante deve rondar os 2,7 mil milhões USD com taxas de juro de cerca de 2,5% e maturidade a 30 anos.
Continue reading “Angola deve 6,4 mil milhões USD ao FMI e Banco Mundial”

Programa do FMI poderá ajudar à disciplina do orçamento angolano, diz Ruth Mendes

O parlamento angolano desconhece as motivações do governo de João Lourenço de subvencionar o combustível para os sectores da agricultura e das pescas, sem o conhecimento do Fundo Monetário Internacional.

Para falar sobre o assunto, ouvimos Mário Zamaroczy chefe da missão do
corpo técnico do Fundo Monetário Internacional (FMI), Ruth Mendes( na foto) Presidente da Comissão de Economia e Finanças do parlamento angolano e o empresário Carlos Cunha.

Continue reading “Programa do FMI poderá ajudar à disciplina do orçamento angolano, diz Ruth Mendes”