Etiqueta: donaldtrump

AFGC promete tomar medidas para alcançar resolução no litígio com o governo de Angola

EUA – A EXPROPRIAÇÃO EM CURSO DOS ATIVOS DA AFRICA GROWTH CORPORATION POR PARTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA RESULTA NA REVOGAÇÃO PELA SEC DO REGISTO DOS SEUS TÍTULOS NEGOCIADOS EM BOLSA.

Fonte: AFGC

DIREITO DE RESPOSTA E DE RECTIFICAÇÃO

Africa Growth Corporation (AFGC), uma empresa norte-americana que constrói habitações a preços acessíveis em África, acordou com a SEC que o registo das suas ações ordinárias, bem como, qualquer outra classe de títulos registados em seu nome, em conformidade com a seção 12 do “Exchange Act”, serão revogados. Como resultado, a empresa deixará de negociar nos mercados de balcão (“OTC markets”), “OTC Link” (“Pink Sheet”) ou de apresentar relatórios à SEC.


O acordo da AFGC com a SEC relativo à revogação dos títulos é o resultado do incumprimento em curso da empresa referente a algumas das suas obrigações de reporte, ou seja, a apresentação dos relatórios 10Q e 10K. Tal incumprimento surgiu devido à expropriação e à interferência imprópria dos Activos angolanos da AFGC por altos funcionários e agências governamentais da República de Angola.

Continue reading “AFGC promete tomar medidas para alcançar resolução no litígio com o governo de Angola”

Filho de Donald Trump apoia protestos contra Angola

Alguns trabalhadores norte-americanos planeiam protestar contra a visita de uma delegação do Governo, este mês, a Nova Iorque e Washington e o filho de do presidente, Donald Trump Jr, na sua conta do Twitter apoia o protesto. “Boa jogada até que as empresas americanas recuperem o que lhes é devido. Trabalhadores americanos protestam contra as visitas da delegação angolana a DC, Nova Iorque”, escreveu.

Continue reading “Filho de Donald Trump apoia protestos contra Angola”

AFGC lança página contra “furto de activos pelo Governo de Angola”

www.corruptangola.com

O litígio arrasta-se desde o final de 2016, e envolve a empresa norte-americana Africa Growth Corporation (AFGC), ex-governantes angolanos e a família Andrade, com acusações de furto e expropriações, de um lado, e de má-fé, tentativa de extorsão ou propaganda difamatória, do outro.

A empresa norte-americana em litígio com o Estado angolano e com a família Andrade acaba de lançar uma página na Internet, em inglês e português, onde reforça as acusações de “fraude e conspiração” contra “altos funcionários angolanos” que decidiram “enriquecer-se roubando os bens de uma empresa de capital aberto dos EUA”, através da apropriação das subsidiárias angolanas.

Continue reading “AFGC lança página contra “furto de activos pelo Governo de Angola””

Africa Growth Corporation esclarece processo que envolve governo de Angola

(…)ARTIGO DE RESPOSTA E DE RECTIFICAÇÃO:

Africa Growth Corporation rejeita últimas mentiras em nome do Governo Angolano

Imagine uma empresa pública dos EUA concordando em investir milhões de dólares americanos no desenvolvimento de imóveis residenciais em Angola para beneficiar famílias angolanas de baixa e média renda e reduzir a enorme demanda de habitações a preços acessíveis, uma necessidade crescente ignorada pelo Governo Angolano. Imagine que a mesma empresa procura reduzir a taxa elevada de desemprego em Angola, contratando primeiro centenas e, em seguida, milhares de trabalhadores angolanos para ajudar na construção, comercialização e venda destas casas a preços acessíveis aos cidadãos angolanos. Imagine as novas oportunidades de negócios criadas e o súbito interesse entre outros investidores norte-americanos e internacionais em Angola, à medida que estes desenvolvimentos habitacionais acessíveis tomam vida.

Continue reading “Africa Growth Corporation esclarece processo que envolve governo de Angola”

Bad debtor Angola on brink of US sanctions

LUANDA, (CAJ News) – from PEDRO AGOSTO in Luanda, Angola

CLOSE to three decades after their tense relations normalised, Angola and the United States (US) appear heading on a collision course over the African country’s flagrant disregard of contractual obligations to American companies.

The waning relations are contrary to suggestions this week by a senior US official that interactions were cordial and his country was in support of “bold” reforms Angola was undertaking under President Joao Lourenco.

Behind the scenes, tensions are simmering with the administration of Donald Trump over the unpaid debts.

Donald Trump Junior, a key figure in his father’s election campaign that culminated in the elder Trump assuming office in 2017, this week disclosed indeed a storm was brewing.
Continue reading “Bad debtor Angola on brink of US sanctions”

EUA querem facilitar o acesso aos dólares

O Presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump, felicitou as reformas e o combate à corrupção levados a cabo pelo homólogo angolano, João Lourenço.

Cyril Sartor foi ontem recebido pelo Chefe de Estado

As felicitações foram transmitidas pelo assistente especial do Presidente norte-americano e director sénior para os Assuntos Africanos do Conselho de Segurança Nacional, Cyril Sartor, durante uma audiência que lhe foi concedida pelo Chefe de Estado angolano.

“Viemos cá com o espírito de amizade e reconhecer os grandes passos que o Presidente e a nova liderança de Angola têm estado a implementar, para reforçar as acções de combate à corrupção e abrir o país ao comércio internacional”, disse Cyril Sartor.

O assistente especial do Presidente dos Estados Unidos considerou “Angola um país chave na nova estratégia da política externa norte-americana para a África, e espera o reforço das relações nos sectores económicos e de melhoria da governação”.

Cyril Sartor sublinhou que as relações entre os dois países têm um enfoque estratégico, que abarca outras questões além do petróleo, tendo afirmado que abordou também com o Presidente João Lourenço questões do domínio regional e internacional.

Fórum Mundial do Turismo

Angola acolhe, de 23 a 25 de Maio, a Assembleia Mundial do Turismo, anunciou ontem, em Luanda, o presidente do Fórum Mundial do Turismo, Bulut Baggi, que disse esperar, para o evento, entre 1.200 a 1.500 participantes.

Numa breve declaração à imprensa, no final de uma audiência que lhe foi concedida pelo Presidente da República de Angola, João Lourenço, Bulut Baggi acredita que o evento vai promover o investimento e impulsionar o sector do Turismo angolano.

“Angola tem grandes potencialidades no sector do Turismo e a visão do Presidente da República pode trazer oportunidades de investimento nos sectores da Construção, Transportes e a criação de empregos”, sublinhou Bulut Baggi, para quem o Turismo é a indústria de investimento de paz e de lazer, bem como de oportunidades.

Publicação da autoria de Fonte Externa:
Lusa
15/02/2019