Categoria: Processos Judiciais

Angola recuperou 3.300 milhões de dólares do Fundo Soberano

A Procuradoria-Geral da República angolana indicou ontem que o Estado recuperou 3.300 milhões de dólares (2.870 milhões de euros) do Fundo Soberano de Angola sob gestão do empresário suíço-angolano Jean-Claude Bastos de Morais e da sua empresa.

Um comunicado da Procuradoria-Geral da República, a que agência Lusa teve acesso, refere que os valores foram recuperados no âmbito das actividades do Serviço Nacional de Recuperação de Activos, que resultou na recuperação de todos os activos financeiros e não financeiros do Fundo Soberano de Angola.

Continue reading “Angola recuperou 3.300 milhões de dólares do Fundo Soberano”

Banco central angolano admite “insuficiências” na prevenção de branqueamento de capitais

O Banco Nacional de Angola (BNA) assumiu hoje que algumas instituições bancárias angolanas ainda apresentam “insuficiências” na prevenção de branqueamento de capitais, nomeadamente a “inexistência da declaração de origem e destino de fundos” e “matriz de risco não implementada”.

“Ainda prevalecem insuficiências no sistema de prevenção de branqueamento de capitais das instituições financeiras bancárias. Notamos que as instituições não têm mecanismos suficientes para avaliar e monitorar o risco do cliente”, disse hoje a chefe da divisão de Prevenção de Branqueamento de Capitais do BNA, Delmise Florentino.

Continue reading “Banco central angolano admite “insuficiências” na prevenção de branqueamento de capitais”

PGR nega acordo com Bastos de Morais

A Procuradoria-Geral da República de Angola disse hoje, 20 de Março, não ser verdade que o Estado angolano tenha retirado todas as queixas contra o empresário angolano Jean-Claude Bastos de Morais, cuja empresa, Quantum Global, administrava os investimentos do Fundo Soberano de Angola.

Bastos de Morais foi preso há vários meses em Luanda depois da sua companhia ter sido afastada da administração desses fundos.

Continue reading “PGR nega acordo com Bastos de Morais”

Angola retira queixas contra Jean-Claude Bastos de Morais

O Estado angolano decidiu abandonar todas as queixas contra o empresário suiço angolano Jean-Claude Bastos de Morais, que está detido em Luanda há vários meses, juntamente com José Filomeno dos Santos, o antigo director do Fundo Soberano de Angola.

A notícia foi revelada num tribunal das Maurícias e segundo a mesma, o Supremo Tribunal das Maurícias descongelou sete contas bancárias do grupo Quantum, que haviam sido congeladas a pedido das autoridades angolanas depois da Quantum Global ter sido afastada do controlo dos investimentos do Fundo Soberano de Angola.

Continue reading “Angola retira queixas contra Jean-Claude Bastos de Morais”

FBI vai ajudar a recuperar dinheiro roubado de Angola

Os Estados Unidos estão dispostos a colocar o Departamento de Justiça, o FBI e outras instituições a colaborar com o Governo angolano na localização e recuperação do dinheiro e outros activos retirados ilegal e criminalmente do país. A garantia foi dada ontem, em Luanda, pelo secretário de Estado adjunto dos EUA, John Sullivan.

Num encontro com jornalistas, John Sullivan disse que é desejo dos Estados Unidos trazer os corruptos à justiça e recuperar os activos retirados criminosamente de Angola e estejam escondidos nos Estados Unidos ou em outra parte do mundo.
Continue reading “FBI vai ajudar a recuperar dinheiro roubado de Angola”

Gesterra assume gestão de projectos retirados ao FSDEA

A Gesterra Gestão de Terras Aráveis, empresa de capitais públicos, vai assumir a gestão de quatro empreendimentos agropecuários que o Presidente da República, João Lourenço, «resgatou» no ano passado ao Fundo Soberano de Angola (FSDEA), depois de terem sido atribuídos, em 2016, por José Eduardo dos Santos à instituição liderada na altura por José Filomeno dos Santos, seu filho.

Trata-se dos projectos agroindustriais da fazenda do Longa, na província do Kwando Kubango, de desenvolvimento agrícola de Camaiangaga, na província do Moxico, de produção de milho e soja, denominada fazenda agro-industrial do Cuimba, na província do Zaire e de desenvolvimento agrícola de Sanza Pombo, no Uíge.

Continue reading “Gesterra assume gestão de projectos retirados ao FSDEA”