Categoria: Economia

Specialist AO – Dr. Paulo Gungui – Economista

“…O desenvolvimento da agricultura é um imperativo nacional, para garantir a autossuficiência alimentar e reduzir as importações e os gastos em divisas.” Proferida em 2018, pelo Chefe de Estado, aquando do discurso sobre o estado da Nação.

Quando falamos da autossuficiência alimentar de um país, remete-nos imperativamente na capacidade para satisfazer as necessidades de consumo de bens alimentares da sua população, através da respectiva produção interna e/ou da importação de bens alimentares financiados pelas correspondentes exportações.

Ora, assim sendo, a questão que se coloca é; Angola poderá ter autossuficiência alimentar suficiente para satisfazer a necessidade da sua população?

Para responder a questão supra, permite-me primeiramente fazer uma pequena incursão sobre o crescimento da população versus autossuficiência alimentar. Uma das primeiras abordagens sobre essa temática, surgiu nas primeiras décadas do século XX, com o Economista Inglês Thomas Robert Malthus (Teoria Populacional Neomalthusiana). Segundo a qual, uma população numerosa seria um obstáculo ao desenvolvimento, e levaria ao esgotamento dos recursos naturais, ao desemprego, e a pobreza. Os Neomalthusianos apoiavam todas as formas de diminuir as taxas de natalidade, tais como; Casamento tardio, a abstinência sexual, a vasectomia e até mesmo o aborto. Sobre pretexto de que um índice juventude alta seria um peso econômico para o Estado.

Continue reading “Specialist AO – Dr. Paulo Gungui – Economista”

Fitch prevê recessão de 4% e inflação a subir 24% em Angola este ano

A agência de ‘rating’ Fitch prevê uma recessão de 4% em Angola e uma subida da inflação para 24%, com a produção petrolífera a descer para 1,3 milhões de barris por dia neste e no próximo ano.

“A economia de Angola continua a ser limitada pelo alto nível de dependência de matérias primas, o que contribui para um crescimento baixo e para uma acentuada instabilidade macroeconómica”, lê-se no relatório que acompanha o anúncio da descida do ‘rating’ para CCC, indicando uma possibilidade real de incumprimento financeiro.

Continue reading “Fitch prevê recessão de 4% e inflação a subir 24% em Angola este ano”

Kwanza desvalorizou quase 250% desde 2017 e vai continuar a cair, prevê economista

O kwanza, moeda angolana, desvalorizou quase 250% desde 2017, uma estratégia necessária para defender as reservas líquidas internacionais, mas não suficiente, porque o país ainda precisa de dinamizar o setor produtivo, defende o economista Fernandes Wanda.

O investigador da School of Oriental and African Studies University of London salientou que existe uma interligação entre a desvalorização do kwanza, a política cambial, a inflação e a política monetária, “um problema que não é de hoje”, embora se tenha acentuado.

Continue reading “Kwanza desvalorizou quase 250% desde 2017 e vai continuar a cair, prevê economista”

Specialist AO – Dr. Paulo Gungui – Economista

“Façamos da Agricultura a alavanca para a diversificação económica”

“A Agricultura é a base e a Indústria o factor decisivo”. Este é, e será sempre um slogan muito actual, proferido em 1975, pelo fundador da Nação, por mais que passam anos, décadas e até mesmo séculos, teremos este célebre slogan sempre presente.

Falar do sector agrícola no País, nos remete a uma reflexão profunda, na qual recomenda-se soluções assertivas e imediatas, entretanto, o processo da diversificação económica deve passar por este sector, pois, não podemos perder de vista a Agricultura como base fundamentalmente para garantir a auto-suficiência alimentar, satisfazer as necessidades internas, bem como, exportar o excedente, para que o País, possa arrecadar divisas e alavancar os outros sectores económicos, e, consequentemente sair da crise económica e financeira, derivada das constantes quedas da nossa principal commodity no mercado internacional.

Continue reading “Specialist AO – Dr. Paulo Gungui – Economista”

Covid-19: Angola em recessão terá de pagar 5 mil milhões de dívida – Fitch

A agência de notação financeira Fitch Ratings disse hoje que Angola deverá ter de pagar cerca de 5 mil milhões de dólares este ano em pagamentos de dívida pública, representando mais de 60% da receita do Governo.

“Estimamos que o Governo de Angola enfrente um custo de aproximadamente 5 mil milhões de dólares [4,4 mil milhões de euros], equivalente a 8% do PIB, em amortizações de dívida externa, com o total dos pagamentos de juro a aumentarem para mais de 60% da receita governamental”, diz a Fitch Ratings num relatório sobre a evolução das economias da África subsaariana nos últimos meses.

Continue reading “Covid-19: Angola em recessão terá de pagar 5 mil milhões de dívida – Fitch”

Nota Informativa ao Mercado Sobre a Implementação da Plataforma Bloomberg FXGO para Operações de Compra e Venda de Moeda Estrangeira

No âmbito do processo de normalização do mercado cambial, o Banco Nacional de Angola decidiu contratar a Bloomberg para disponibilizar a sua plataforma electrónica de negociação de moeda estrangeira, denominada “FXGO”, ao mercado angolano.

A plataforma FXGO possibilita a negociação em tempo-real entre vendedores e compradores de moeda estrangeira sendo as taxas de câmbio livremente negociadas entre as partes, permitindo que a parte que inicia a compra ou venda de moeda estrangeira possa ter acesso a ofertas de várias contrapartes ao mesmo tempo e escolher a melhor. A plataforma traz assim maior eficiência e transparência ao mercado cambial.

Continue reading “Nota Informativa ao Mercado Sobre a Implementação da Plataforma Bloomberg FXGO para Operações de Compra e Venda de Moeda Estrangeira”