Categoria: Economia

Kwanza desvalorizou quase 250% desde 2017 e vai continuar a cair, prevê economista

O kwanza, moeda angolana, desvalorizou quase 250% desde 2017, uma estratégia necessária para defender as reservas líquidas internacionais, mas não suficiente, porque o país ainda precisa de dinamizar o setor produtivo, defende o economista Fernandes Wanda.

O investigador da School of Oriental and African Studies University of London salientou que existe uma interligação entre a desvalorização do kwanza, a política cambial, a inflação e a política monetária, “um problema que não é de hoje”, embora se tenha acentuado.

Continue reading “Kwanza desvalorizou quase 250% desde 2017 e vai continuar a cair, prevê economista”

Specialist AO – Dr. Paulo Gungui – Economista

“Façamos da Agricultura a alavanca para a diversificação económica”

“A Agricultura é a base e a Indústria o factor decisivo”. Este é, e será sempre um slogan muito actual, proferido em 1975, pelo fundador da Nação, por mais que passam anos, décadas e até mesmo séculos, teremos este célebre slogan sempre presente.

Falar do sector agrícola no País, nos remete a uma reflexão profunda, na qual recomenda-se soluções assertivas e imediatas, entretanto, o processo da diversificação económica deve passar por este sector, pois, não podemos perder de vista a Agricultura como base fundamentalmente para garantir a auto-suficiência alimentar, satisfazer as necessidades internas, bem como, exportar o excedente, para que o País, possa arrecadar divisas e alavancar os outros sectores económicos, e, consequentemente sair da crise económica e financeira, derivada das constantes quedas da nossa principal commodity no mercado internacional.

Continue reading “Specialist AO – Dr. Paulo Gungui – Economista”

Covid-19: Angola em recessão terá de pagar 5 mil milhões de dívida – Fitch

A agência de notação financeira Fitch Ratings disse hoje que Angola deverá ter de pagar cerca de 5 mil milhões de dólares este ano em pagamentos de dívida pública, representando mais de 60% da receita do Governo.

“Estimamos que o Governo de Angola enfrente um custo de aproximadamente 5 mil milhões de dólares [4,4 mil milhões de euros], equivalente a 8% do PIB, em amortizações de dívida externa, com o total dos pagamentos de juro a aumentarem para mais de 60% da receita governamental”, diz a Fitch Ratings num relatório sobre a evolução das economias da África subsaariana nos últimos meses.

Continue reading “Covid-19: Angola em recessão terá de pagar 5 mil milhões de dívida – Fitch”

Nota Informativa ao Mercado Sobre a Implementação da Plataforma Bloomberg FXGO para Operações de Compra e Venda de Moeda Estrangeira

No âmbito do processo de normalização do mercado cambial, o Banco Nacional de Angola decidiu contratar a Bloomberg para disponibilizar a sua plataforma electrónica de negociação de moeda estrangeira, denominada “FXGO”, ao mercado angolano.

A plataforma FXGO possibilita a negociação em tempo-real entre vendedores e compradores de moeda estrangeira sendo as taxas de câmbio livremente negociadas entre as partes, permitindo que a parte que inicia a compra ou venda de moeda estrangeira possa ter acesso a ofertas de várias contrapartes ao mesmo tempo e escolher a melhor. A plataforma traz assim maior eficiência e transparência ao mercado cambial.

Continue reading “Nota Informativa ao Mercado Sobre a Implementação da Plataforma Bloomberg FXGO para Operações de Compra e Venda de Moeda Estrangeira”

FMI prevê recessão este ano crescimento em 2021

A economia angolana contrai este ano 1,4 por cento, depois de ter registado uma recessão de 1,5 por cento em 2019, mas regressa ao crescimento em 2021, com uma taxa prevista de 2,6 por cento do PIB.

De acordo com as Perspectivas Económicas Regionais da África Subsaariana, um documento que, este ano, é exclusivamente dedicado aos impactos da pandemia de Covid-19, prevê também uma subida da dívida pública, de 109,8 por cento do PIB no ano passado, para 132,2 este ano e 124,3 em 2021, devido às necessidades de financiamento para suplantar a descida dos preços do petróleo e a despesa necessária para controlar a pandemia da Covid-19.

Continue reading “FMI prevê recessão este ano crescimento em 2021”

Angola deve pedir ajuda ao FMI e não emitir mais obrigações do tesouro

Vai ser difícil a Angola obter novos créditos através da emissão de obrigações do tesouro em euros, disseram analistas europeus.

Isto depois de ter sido noticiado que o presidente Joao Lourenço autorizou na semana passada a venda de três mil milhões de dólares em Eurobonds embora não tenha sido anunciado calendário para a emissão dessa dívida.
Continue reading “Angola deve pedir ajuda ao FMI e não emitir mais obrigações do tesouro”